quarta-feira, 7 de setembro de 2016

O ilustre desconhecido membro da Bauhaus


As artes gráficas sempre foram, de certa maneira, tratadas como uma forma inferior de arte. Produzidas geralmente com fins comerciais ou para ilustrar impressos de caráter popular, as artes gráficas fogem do que a maioria entende por "arte".
Um dos momentos mais brilhantes das artes gráficas se deu no começo do século XX, quando movimentos fervilhavam por toda a Europa: O Dadaísmo, a Art Noveau, o De Stijl, o Construtivismo Russo e a Bauhaus.
Todos esses movimentos tiveram nas artes gráficas uma ramificação de grande importância graças ao talento e o trabalho de grandes nomes, alguns pouco conhecidos, como é o caso do alemão Joost Schmidt.


Chamado de “O ilustre desconhecido membro da Bauhaus”, Joost Schmidt foi o primeiro aluno e mais tarde professor da escola fundada por Walter Gropius em 1919.
Dono de um talento incrível, Joost Schmidt foi um dos grandes designers gráficos da história, tipógrafo brilhante e um artista revolucionário.
Nascido em 1893, sua vida artística começou em 1910 quando entrou na Escola de Artes Plásticas do Grão-Ducado da Saxônia, em Weimar. Formou-se no ano de 1913 e, já no ano seguinte, foi nomeado assistente.
Depois de trabalhar na França durante a 1ª Guerra Mundial, ele retornou a Weimar no ano em que a Bauhaus foi fundada e assumiu a cadeira de professor do ensino técnico de escultura.


Em 1923 acontece a primeira grande exposição da Bauhaus e é para esse evento que Schmidt produziu sua peça mais icônica, um cartaz que utilizava muitos elementos geométricos e traduzia perfeitamente não apenas o conceito da Bauhaus.


Em 1929, Schmidt assumiu o curso de desenho da Bauhaus e lá ficou até 1932, ano em que a Bauhaus foi fechada. Mudou-se então para Berlim, onde tentou se recolocar e retomar sua produção. Perseguido politicamente foi proibido de exercer trabalhar como artista e teve todos os seus trabalhos destruídos.


Com o fim da 2ª Guerra Mundial pode voltar a lecionar em 1945, assumindo uma cadeira na Escola Superior de Artes Plásticas de Berlim. Faleceu em 1948.





Continue Reading…

terça-feira, 30 de agosto de 2016

A Dona Dos Sonhos


A polonesa Emilia Dziubak é essencialmente uma ilustradora de livros infantis. Com grande sensibilidade e paixão que cria mundos que nos remetem aos livros de nossa infância, aqueles antes do Photoshop.













Continue Reading…

sábado, 27 de agosto de 2016

Uma Igreja Transformada em Pista de Skate

br-skatechurch-11

Em todo o mundo, a ocupação e transformação de prédios abandonados em equipamentos públicos, tem se mostrado uma excelente alternativa para a preservação de construções históricas. Um bom exemplo disso é uma igreja centenária transformada em skate park, em Asturias, Espanha.
Projetada por Manuel del Busto e construída em 1912, a Igreja de Santa Bárbara esteve abandonada por décadas até que um grupo de empreendedores, liderado pelo coletivo Church Brigade, teve a idéia de restaurá-la e transformá-la em uma pista de skate in door pública.

br-skatechurch-8

Através de um crowdfunding via internet e o patrocínio da marca Red Bull, a igreja ganhou ainda uma repaginação interna feita pelo artista Okuda San Miguel, que a transformou em um caleidoscópio de formas geométricas multicoloridas, que ganham um efeito impressionante quando o sol invade o templo pelas imensas janelas .

br-skatechurch-1

Batizada de Kaos Temple, a antiga igreja volta a atrair fiéis frequentadores e é um excelente exemplo da união da iniciativa coletiva em parceria com a privada na preservação do patrimônio arquitetônico.

br-skatechurch-4

br-skatechurch-5

br-skatechurch-6

br-skatechurch-10

br-skatechurch-2



Fonte A.D.
Continue Reading…

Serif, A TV dos Irmãos Bouroullec para a Sansung

samsung-serif-g01

Herança da caligrafia manual para impressão criada por Gutemberg, as serifas são pequenos prolongamentos no fim de cada letra, um artifício criado pelos artesãos que esculpiam em pedra as matrizes utilizadas nas gráficas.

Screen_Shot_2015-09-22_at_11.03.36_AM.0

Os designers franceses Ronan e Erwan Bouroullec se inspiraram nas letras serifada para criar seu primeiro produto eletrônico, a TV Serif, fabricada pela Sansung e apresentada na London Design 2015.

f1689_erb_2015_samsung_serif_ambiance_std_10

Trabalhando em parceria com Yun-Je Kang, o grande nome do design por trás dos produtos Sansung, os irmãos Bouroullec (famosos por suas peças de mobiliário e instalações), criaram uma TV que que mistura o retrô ao futurismo e foge do tradicional quadro negro quando desligada.

bouroullec-samsung-serif-television-designboom-16-818x875

A Serif TV está mais para uma peça de design do que para um eletrodoméstico mas trazendo como valor agregado toda a avançada tecnologia característica dos produtos com a marca da gigante coreana Sansung.
O quadro que envolve a Serif TV está disponível nas cores branco marfim, azul escuro e vermelho. Um painel de tecido na parte traseira do aparelho encobre os conectores, possibilitando um olhar bem acabado de todos os ângulos.

Bouroullec-brothers-Serif-TV-Samsung_dezeen_468_1

Disponível em vários tamanhos, incluindo uma versão mini que é pouco maior que um tablet e é perfeita para pequenos espaços, a Serif TV conta ainda com pés acopláveis, que permitem que ela seja colocada diretamente sobre o chão e seja adaptável a qualquer ambiente.

Serif-TV-by-Ronan-and-Erwan-Bouroullec-for-Samsung_dezeen_06

A dupla também desenvolveu a interface do usuário que inclui o "modo cortina”, com vários recursos e opções em wallpaper para visualização no modo stand by.

2C99496D00000578-0-image-a-147_1442853458076

Um verdadeiro show de design que certamente revolucionará o mercado de TVs.
Continue Reading…

Um Hotel Feito de Gelo

The Ice Hotel in Jukkasjärvi, Sweden. Photography by Paulina Holmgren

Um hotel sazonal, que é recriado a cada inverno. Imagine hospedar-se em um hotel onde quase tudo é feito de gelo.
IceHotel, na pequena aldeia de Jukkasjärvi - Suíça, é um hotel temporário (de dezembro a abril) que transforma o gelo do rio Torne em uma incrível instalação de arte, design e arquitetura que a cada ano atrai mais e mais turistas.

The Ice Hotel in Jukkasjärvi, Sweden. Photography by Paulina Holmgren 5

A região de belas paisagens e natureza intocada já gozava de grande fama para a prática de esportes radicais ou para vislumbar o famoso sol da meia-noite, durante o verão.
O empresário de hotelaria, Yngve Bergqvist, criou na década de 1980 o hotel de gelo e convidou artistas para um workshop de escultura no gelo em Jukkasjärvi, dando início a um projeto que se consolidou nos anos seguintes.

Elephant in the Room

Press release December 2015, ICEHOTEL, Elephant in the Room design by AnnaSofia Mååg (Sweden)
A cada temporada o hotel se renova com as criações de novas obras e ambientes criados por renomados artistas, designers e arquitetos. E tudo se desmancha no início da primavera o que torna o IceHotel uma experiência totalmente nova a cada inverno.

 


Todos os anos cerca de 50.000 pessoas do mundo todo passam pelo IceHotel, seja para hospedar-se, visitar a exposição, curtir a mostra de cinema ou simplesmente para aproveitar o bar e as festas.

ICEHOTEL-2016-ICEBAR-BY-ICEHOTEL-JUKKASJARVI-Tribute-Design-Elin-Julin-Marinus-Vroom-Jens-Thoms-Ivarsson-Photo-Asaf-Kliger_web-1140x691

Nos quartos de gelo a temperatura nunca é superior a -5º Celsius e os cobertores com pele de rena são um luxo indispensável. Tão negativos quanto a temperatura, são os valores e a longa fila de espera para uma reserva, mas a experiência deve ser muito positiva.
Fotos: Paulina Holmgren, Asaf Kligere Martin Smedsén

Continue Reading…

Un Homme À La Hauteur


O amor nem sempre ou quase nunca vem na embalagem que as pessoas esperam. Um homem bonito, inteligente, surpreendente, bem humorado, romântico, culto, bem sucedido e rico parece ser o príncipe encantado que todas as aspirantes a princesa sonham encontrar. Mas será que todas essas qualidades cabem dentro de uma econômica embalagem de 1,36 de altura?
AAALit
Em tempos de “sou aquilo que aparento ser” fica difícil para um baixinho, mesmo com todas as qualidades acima citadas, passar por príncipe encantado. E o grande “x” da questão está justamente no que os outros vão pensar.
Em “Um Amor A Altura” o diretor Laurent Tirard levanta o tema em uma comédia romântica deliciosa, com Jean Dujardin e Virginie Efira vivendo os personagens centrais.
un-homme-a-la-hauteur-jean-dujardin-virginie
Virginie Efira interpreta Diane, uma jovem advogada em ascensão, sócia de seu ex-marido com quem vive brigando. Dujardin, reduzido em altura graças à efeitos especiais, interpreta Alexandre, um bem sucedido arquiteto quase anão.
O casal se encontra depois que Diane esquece o celular na mesa de um restaurante. Alexandre encontra o celular e liga para a casa dela. Com uma voz sedutora e uma conversa inteligente, ele a convence a tomar um café no dia seguinte para entregar o aparelho.
Ao encontrá-lo Diane leva um choque. O galanteador é muito pequeno! Ela trava uma batalha terrível contra seus pré conceitos e se apaixona por ele. Contudo não consegue lidar com a opinião dos demais e a pressão do preconceito.
FICHE-FILM-HOMMEHAUTEUR-Diaporama2
Comédias são um gênero que os franceses fazem muito bem, mesmo quando seguindo o modelo básico das comédias românticas de Hollywood (paixão - briga - retorno - happy end). O roteiro, também assinado por Tirard, é repleto de ótimas piadas e sacadas inteligentes.
A belíssima fotografia do filme evidencia as cores reais e mostra Paris longe das cenas de cartão postal, provavelmente para mostrar que essa história poderia acontecer em qualquer lugar do mundo.
Un-Homme-a-la-hauteur
O grande destaque de “Um Amor A Altura” é Jean Dujardin, o mais badalado ator francẽs da atualidade e o primeiro francês a ganhar o Oscar de Melhor Ator (The Artist - 2012). Mesclando em doses exatas a dramaticidade e o humor, ele nos livra da piedade e nos leva a admirar o personagem. As cenas onde ele aparece sentado, com os pés balançando no espaço sem tocar o chão, são hilárias.
E Dujardin arranca suspiros da plateia até mesmo com 1,36 de altura.
fb9c613f-ee7d-47ec-a177-635448042e55
Título: Um Amor A Altura
Título Original: Un homme à la hauteur
Ano: 2016
País de Origem: França
Gênero : Comédia romântica
Direção: Laurent Tirard
Roteiro: Laurent Tirard
Elenco: Jean Dujardin, Virginie Efira, Cédric Kahn, César Domboy e Myriam Tekaïa
UM-AMOR-A-ALTURA
Continue Reading…

domingo, 14 de agosto de 2016

Zezinho de Arapiraca



José Cícero da Silva, o Mestre Zezinho de Arapiraca, nasceu em 1967 no agreste de Alagoas e, antes de se descobrir artista, trabalhou como servente de pedreiro, cortador de cana, agricultor e na colheita de flores. 
Em 2000 sua vocação para a arte veio à tona e em pouco tempo tornou-se um dos mais respeitados artistas populares do Brasil.


As memórias de infância predominam em suas obras de caráter lúdico. São esculturas de traço rústico e simples, resultado de muita dedicação e da combinação primorosa de cores e inspirações. Outra característica importante: As obras de Mestre Zezinho são feitas apenas com restos de madeira e peças descartadas.




O trabalho do Mestre Zezinho foi descoberto por uma galerista de Maceió que passou a comercializar suas peças. Hoje o trabalho do artista está espalhado em galerias e coleções particulares, no Brasil e em outros países. Seus trabalhos constam em catálogos nacionais de arte popular, revistas Casa Cláudia, Casa Vogue, entre outros. 
Entre outros prêmios, Mestre Zezinho recebeu o de “Melhor Artesão do Ano” (Museu Théo Brandão, Maceió-AL, 2009) e Menção Honrosa no SESC/Alagoas.



Continue Reading…