Erotic Body Art


Em um mundo cada vez mais competitivo como o das artes plásticas atualmente, muitas vezes não basta apenas ser dotado de talento.
O artista plástico e performer Brent Ray Fraser é uma prova disso. Apesar de dominar várias técnicas, o artista que começou a pintar usando os dedos quando criança só ganhou notoriedade aos 30 anos quando passou a usar seu pênis como pincel.


Ele se diz fascinado pelo corpo humano. Esse fascínio talvez seja mais pelo próprio corpo, bem trabalhado em muitas horas semanais de malhação, e por seus outros dotes.
Nu em seu ateliê, Fraser se sentia completamente excitado ao pintar. Ele passou a usar o próprio pênis como pincel e a criar performances onde seu corpo tem um papel central na composição de suas obras.
Em 2009 ele resolveu levar a público essas performances e a expor suas telas pintadas com seu pau e assinada com seu DNA. Diz a lenda que Fraser se masturba sobre cada obra ao final da pintura.


A estratégia de marketing deu certo. Além de vender suas telas, ele passou a se apresentar como artista performático e criou um canal na internet onde comercializa seus vídeos de "sexo arte".



Fraser pintou versões do poster de Obama criado por Shepard Fiarey, o célebre retrato em silk screem da Marilyn Monroe de Andy Warhol, a Monalisa de Da Vinci (que ficou um pouco mais satisfeita) e até mesmo arte sacra.


Pintar com o próprio pinto não é uma tarefa fácil, principalmente para obras em grande escala. A pintura, segundo ele, funciona melhor sem uma ereção. Mas há momentos, de traços mais precisos, em que a ereção se faz necessária. Controlar a excitação e e até mesmo os efeitos da queda de temperatura e a sensação gelada da tinta acrílica.



Veja os vídeos de Brent Ray Fraser no Vimeo. (clique aqui)



0 comentários: