A Natural Complexidade da Beleza


À primeira vista, as obras de Ysabel LeMay parecem pintura hiper realista. São pássaros pássaros, insetos, folhas, flores e ramos formando composições complexamente naturais, envoltos por uma atmosfera de sonho, de fantasia.


Ao olhar mais atentamente percebemos que se trata de fotografia mas engana-se quem pensa ter desvendado aí todo o mistério. As imagens dessa artista plastica canadense são compostas por dezenas e dezenas, às vezes centenas, de imagens sobrepostas em um processo que ela batizou como photo-fusion.


Atualmente vivendo e trabalhando em Austin, Texas, Ysabel LeMay trabalhou por 15 anos em agências de publicidade antes de redirecionar seu talento para algo mais dignificante como a pintura e posteriormente a fotografia.




Com uma delicadeza e paciência orientais, cada elemento da composição é fotografado em separado, um a um, e posteriormente tratado e inserido na imagem.


Embora sua técnica seja altamente tecnológica, o processo de hyper colagem de LeMay é instintivo e orgânico. A partir de um único e simples ponto de partida - uma imagem, uma cor, uma emoção - ela segue um processo meticuloso, procurando autenticidade da experiência durante o mergulho que cada obra proporciona a contemplação.

















0 comentários:

A Cor e O Movimento de Delaunay


Robert Delaunay (1885 - 1941) o impressionista francês que se tornou abstracionista e experimentou o cubismo. Suas obras mais importantes fazem uso da cor de forma intensa e contrastante, em formas irreais, criando a ilusão de movimento.








0 comentários: