Memento Mori.


Sou um apaixonado por caveiras desde quando o estilista inglês Alexander McQueen começou a usá-la como símbolo de sua grife. Até então elas representavam para mim apenas coisas não muito positivas e vê-las associadas à moda, especialmente à alta moda desse gênio criativo, me fez pesquisar e refletir sobre seu significado.
Na antiguidade as caveiras simbolizavam poder, conhecimento,  transformação e o efêmero da vida. Eram associadas à  um conceito filosófico da Idade Média chamado "Memento Mori" (lembre-se da morte, em tradução literal), difundido especialmente na literatura e cujo significado era a consciência de que tudo é passageiro.
Ao associá-la à suas criações, o mestre McQueen provavelmente queria mostrar exatamente isso, que a moda é passageira, a beleza é passageira, assim como a vida. Na minha interpretação, ele mostrava também que somos todos iguais e temos o mesmo destino.
Outro inglês - o artista, ilustrador e diretor de arte, Billelis - é o autor desta série de caveiras magnificamente ornamentadas que igualmente nos fazem pensar no efêmero do luxo, da riquesa e do poder.






0 comentários: